Imagem: Divulgação

Aprimorar a segurança em todos os 17 equipamentos sob sua gestão no Brasil é um compromisso da concessionária.
Em sete meses de gestão da Aena, Congonhas passou da nota C para A.

Dois aeroportos administrados pela Aena foram os primeiros do Brasil a receberem classificação A, que é a nota máxima em Resposta a Emergência (REA), durante inspeção realizada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para Certificação Operacional (Certop). No início de junho, o Aeroporto de Congonhas obteve um Atestado de Capacidade Operacional (Acop) A. No final do mesmo mês, o Aeroporto de Montes Claros (MG) também recebeu a nota máxima.

Esse reconhecimento comprova o compromisso da Aena em aprimorar a segurança operacional em todos os aeroportos sob sua gestão no Brasil. “O conceito A indica que houve conformidade em mais de 95% dos itens regulatórios da ANAC. Somos a única operadora de aeroportos do país detentora de Acop nota A em Resposta a Emergência, o que nos orgulha muito e nos faz ter a certeza de que estamos no caminho certo. A segurança é um pilar fundamental da Aena”, afirma Alan Veras, Gerente Corporativo de Operações da Aena.

A nota é resultado de um grande trabalho de toda a equipe da concessionária, com adequação e implantação de procedimentos, investimentos em equipamentos, treinamentos, substituição de trajes de proteção e retrofit de caminhões contra incêndio. Em sete meses de gestão, Congonhas passou da nota C para A, ao atingir 96,1% de cumprimento dos requisitos regulatórios.

Na inspeção de REA, são aferidos requisitos obrigatórios como o Serviço e Salvamento e Combate a Incêndio, Centro de Operações de Emergências, Posto de Coordenação Móvel, Serviço Médico de Emergência e demais recursos humanos, materiais e de infraestrutura para atendimento às emergências.

A Aena tem enorme orgulho dessa conquista e agradece a dedicação de suas equipes nas áreas corporativas e dos aeroportos envolvidos.