Saiba como levar as crianças em segurança nas viagens de férias - Foto: Divulgação

As férias escolares estão chegando e muitos pais vão colocar o pé na estrada na companhia dos seus filhos. Depois de fazer a revisão do automóvel, é muito importante entender um pouco sobre a forma correta de transportar crianças dentro do carro. Além de garantir a segurança delas, é também necessário para evitar multas. Não custa lembrar sobre como manter as crianças em segurança dentro do carro

Confira a seguir dicas importantes:

Legislação de trânsito

Desde 2015, há regras sobre a fixação da cadeirinha infantil – item indispensável para quem tem crianças com menos de 4 anos. Essas normas estipulam que o Isofix ou Latch são obrigatórios para todos os veículos em território nacional. Os dois nomes se referem a sistemas para fixar a cadeirinha da criança, sendo mais seguros do que travar assento infantil apenas com o cinto de segurança.

O Conselho Nacional de Trânsito indica também alguns equipamentos que variam de acordo com a idade da criança.

● Bebê conforto: a criança deve ser transportada no bebê conforto até 1 ano de idade ou até ter 13 kg. É importante que o acessório esteja virado sempre de costas para o banco da frente, e que seja instalado no banco do meio.

● Cadeirinha: de 1 ano e um mês a 4 anos (com pesos que variam entre 9 kg e 18 kg). As cadeirinhas devem ser instaladas de frente para o banco dianteiro – diferente do bebê conforto.

● Assento de elevação: usado por crianças que ainda não tem altura para ajustar o cinto de segurança da forma certa. Pode ser utilizado com crianças que pesam entre 18kg e 36kg.

● Banco traseiro: até os 10 anos de idade as crianças devem ir no banco de trás. Dependendo da altura, elas devem usar o assento de elevação (como explicamos no tópico anterior) e sempre com cinto de segurança.

Por que o bebê conforto precisa estar de costas para o banco dianteiro?

De acordo com a Academia Americana de Pediatria, crianças de até 2 anos têm 75% menos chance de sofrer lesões graves ou fatais num acidente se estiverem de costas para a dianteira do automóvel. Além disso, os bebês têm cinco vezes menos pressão no pescoço se estiverem de costas em uma batida.

É importante estar atento a isso pois, se a criança for posicionada de outra forma, em uma batida violenta a cabeça e o pescoço da criança são lançados para a frente, o que pode causar um trauma.

Crianças não podem ser levadas no colo!

Uma regra essencial no transporte de crianças é, de nenhuma forma, levá-las no colo. Desde que saem da maternidade, os bebês precisam ficar seguros no bebê conforto. Em caso de acidentes, se a criança estiver no colo, ela pode se ferir com muita gravidade, já que os braços não oferecem proteção alguma.

Quando precisar amamentar ou até acalmar o bebê, pare o carro em um local seguro antes de soltar a criança da cadeirinha.

Que tal ir no banco de trás?

Aproveitando o tópico anterior, uma ideia que ajuda na segurança do transporte das crianças é um adulto viajar com elas no banco de trás. Essa é uma forma de evitar distrações do motorista e garantir que o bebê fique mais tranquilo durante a viagem.

Nada de objetos soltos

Em viagens de férias é normal ter bastante bagagem – ainda mais com crianças. Mas para garantir a segurança de todos, é essencial alocar corretamente cada item. Para isso, use o porta-malas. É importante lembrar que, em caso de impactos ou de acidentes, os objetos soltos – até mesmo brinquedos – podem se tornar um verdadeiro perigo para os passageiros do veículo.

Seguindo essas dicas de segurança, a viagem com a família vai ser um sucesso. Mas não esqueça de fazer uma bela revisão no veículo antes de cair na estrada.