Festival de Parintins - Foto: Agência Brasil

Pela primeira vez, o Festival de Parintins (a 369 quilômetros de Manaus) contará com uma praça gastronômica no coração do município, ao lado da Catedral de Nossa Senhora do Carmo. A Amazonastur abriu um chamamento público aberto, até o dia 18 de junho, para a ocupação de 20 pontos para venda de alimentos e bebidas.

Com funcionamento entre os dias 27 de junho e 2 de julho, na semana do 56º Festival de Parintins, a iniciativa vai promover o turismo gastronômico com opções de comidas típicas, além de lanches, doces, salgados e bebidas alcoólicas e não alcoólicas.

De acordo com o presidente da Amazonastur, Gustavo Sampaio, a praça foi pensada para que o turista tenha opções durante todo o dia.

“Vão ter atividades promovidas pela Amazonastur, como por exemplo a praça gastronômica, uma novidade, uma atividade pioneira, onde o Governo do Estado vai gerar 60 empregos diretos e cerca de 200 de maneira indireta”, afirmou.

“Serão vinte pontos de trabalho (tendas), com credenciamento aberto até o dia 18 de junho, para aqueles interessados em fornecer e vender seus produtos (na praça gastronômica), naquele momento do festival”, completou o presidente.

Sampaio também ressalta que próximo da praça gastronômica terá, ainda, o Turistódromo, um espaço cultural e grafismos indígenas, entre outros atrativos. “Estamos trabalhando para oferecer a infraestrutura e a estrutura necessária para que aquele que vai de Parintins seja bem recebido e se envolva na magia que é o nosso festival”, disse.

Estrutura

A Amazonastur vai oferecer, aos credenciados, barracas de nove metros quadrados, mesas, cadeiras, ponto de energia elétrica, como parte da estrutura da praça gastronômica.

O local será montado na mesma região onde será instalado o Turistódromo, espaço que abriga serviços de atendimento ao turista, com informações de roteiros, instagramáveis, distribuição de brindes, entre outras programações.