Foto: Divulgação

A procura por viagens rodoviárias de todo o Brasil e até internacionais para São Paulo aumentaram no mês de junho, Mês do Orgulho LGBTQIAP+. A alta demanda se deve à parada, organizada pela Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo e outras programações culturais e sociais que acontecem na cidade. A informação consta de pesquisa realizada pelo Quero Passagem, marketplace de passagens de ônibus que atende todo o Brasil.

De acordo com dados da Quero Passagem, em 2022, na semana da Parada LGBT+ foram vendidas 3.524 passagens com destinos a São Paulo, representando cerca de R$ 400 mil em passagens vendidas. A expectativa da empresa, para esse ano, é triplicar o número de passagens vendidas, ou seja, vender mais de 10 mil passagens.

“Os turistas LGBTQIAP+ são um público que não pode e nem deve ser ignorado, são milhões que defendem o orgulho e o respeito. Assim, nós estamos nos preparando para essa alta demanda na venda de passagens durante esse período, pois sabemos que é uma época de grande fluxo para a capital por conta de exposições, eventos culturais, festas e manifestações sociais. E a Quero Passagem reconhece que o segmento de turismo precisa eliminar as barreiras e preconceitos contra a comunidade e atuar para criar ambientes acolhedores e seguro.”, afirma Lukasz Gieranczyk, CEO da Quero Passagem.

A Parada do Orgulho LGBTQIAPT+ de São Paulo é reconhecida como uma das maiores celebrações da diversidade no mundo, atraindo milhares de participantes de diversas partes do país, sobretudo visitantes do próprio estado. Com a proposta de promover a inclusão e o respeito, a manifestação ganha cada vez mais popularidade e se consolida como um importante impulsionador da diversidade, imagem positiva da cidade, economia e do turismo na cidade.