Foto: Embratur

O presidente da Embratur, Marcelo Freixo, assinou uma parceria com a Associação Brasileira das Desenvolvedoras de Games (Abragames) para promover o turismo e a cultura brasileira por meio de jogos digitais. O acordo foi firmado nesta quarta-feira (26) durante o Gamescom Latam, considerado o maior evento de jogos da América Latina, realizado em São Paulo (SP). O prêmio “Brasil Tá Pra Game” irá reconhecer e premiar iniciativas que colaborem com a promoção do turismo em ambientes criados por jogos digitais.

Segundo Freixo, o principal objetivo da parceria com a Abragames é engajar visitantes gamers a conhecer o Brasil e incentivar os destinos brasileiros a adotarem os jogos digitais como estratégia de promoção de turismo.

“A indústria dos games já ocupa a segunda posição entre os negócios de entretenimento no mundo, atrás apenas do segmento de conteúdos para televisão. Queremos fazer algo que, no Brasil, ainda é pouco utilizado: usar os games para motivar viajantes e melhorar a experiência desses turistas”, avaliou o presidente da Embratur.

O período de inscrições para os projetos começa no dia 14 de julho e segue até o dia 31 de julho. As soluções serão escolhidas em duas categorias: Jogos de Promoção do Destino Turístico e Jogos de Engajamento e Experiência Turística. Na primeira, serão eleitas soluções que desenvolvam jogos com o intuito de promover destinos turísticos e que tragam informações sobre a cultura local e elementos culturais. Na segunda, os games devem trazer soluções que envolvam os turistas com experiências imersivas por meio de jogos baseados em localização, jogos sociais e games que integrem elementos culturais do destino.

A Comissão de Seleção levará em conta os seguintes critérios: ser uma empresa desenvolvedora de jogos digitais constituída e sediada no Brasil; os jogos devem ter sido lançados comercialmente a partir de 01/01/2020; games com formato “jogáveis” (hands on, gameplay, etc); execução em PC ou Consoles, jogos acessíveis via navegador web, para tablets, celulares e demais dispositivos portáteis; games com arte própria e originais e executados na plataforma indicada durante a submissão.

O primeiro lugar do desafio leva R$ 70 mil; os segundo e terceiro lugares recebem, cada um, R$ 40 mil.

LEIA TAMBÉM: Olimpíadas: Embratur, Sebrae e COB anunciam detalhes da Casa Brasil em Paris