Após 42 anos, o Praia Ipanema Hotel encerra suas atividades no Rio de Janeiro. O prédio onde funciona o quatro estrelas foi adquirido pela Construtora Gafisa. O hotel parou de funcionar na última sexta-feira, e o plano da nova proprietária é fazer uma “remodelagem” arquitetônica para transformá-lo em um empreedimento de “alto luxo”, nas palavras dos executivos da Gafisa. Mas, surpreendentemente, a ideia da incorporadora não é tornar o Praia Ipanema em um residencial.

O hotel foi inaugurado em 1982 pelo empresário Nicolau Chami. Passou para a segunda geração da família, com José Carlos Chami à frente da administração, e vinha sendo gerido nos últimos 19 anos pela terceira geração dos Chami. “Uma história de sucesso com uma gestão exemplar, realizada pela Família Chami, concluímos essa jornada com um sentimento de realização e gratidão”, divulgou o Praia Ipanema, em nota. “Encerramos em um dos melhores momentos do hotel.”, diz Tatiana Chami, uma das filhas de José Carlos Chami.

O prédio tem 17 andares, todos eles com vista eterna para a Praia de Ipanema. Cada andar tem cerca de 320m2, num total de aproximadamente 5.500m2. Funcionando no rooftop, o Espaço 7zero6 era um dos únicos restaurantes da cidade com uma vista 360 graus para seis pontos turísticos de uma só vez: além de Ipanema, o Arpoador, o Leblon, o Morro Dois Irmãos, a Estátua do Cristo Redentor e a Lagoa Rodrigo de Freitas.