Foto: Acervo

A Copa Airlines divulgou recentemente um comunicado importante para seus passageiros. O Departamento Nacional de Epidemiologia, da Direção Geral de Saúde Pública do Ministério da Saúde do Panamá, atualizou os requisitos para entrada de brasileiros no Panamá. A partir de agora, não será necessário apresentar o cartão de vacina contra febre amarela.

“Esta decisão é muito positiva para o fomento do turismo no país, o que também pode gerar aumento de empregos, renda e outros benefícios para o Panamá, pois era um requisito que acabava afastando alguns passageiros”, comenta Raphael de Lucca, Gerente de Vendas de São Paulo da Copa Airlines.

“Também será uma oportunidade incrível para os brasileiros conhecerem esse destino surpreendente, que mistura muita modernidade com construções históricas e oferece diversas opções turísticas”, complementa Monica Afonso, Gerente de Vendas do Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Manaus e Porto Alegre da Copa Airlines.

A Copa Airlines também contribui diretamente com o turismo no Panamá por meio do programa Panamá Stopover, em parceria com a Visit Panamá, um incentivo para os milhares de passageiros que transitam anualmente pelo Hub das Américas®, no Aeroporto Internacional de Tocumen, por meio de qualquer voo da Copa.

O programa permite que, com o mesmo bilhete e sem custo adicional em sua passagem aérea, o turista visite dois destinos, ficando no Panamá entre uma e seis noites e aproveitando a conexão. A ideia é que, com base nas experiências que o Panamá oferecerá aos turistas nesta estadia estendida, a próxima viagem tenha o país como destino principal.

Leia também: Anvisa deixa de exigir teste de covid-19 e vacina para entrada no país